terça-feira, 22 de novembro de 2011

Adolescente mal amado - Eduardo Henrique da Conceição Leite 8ª C

AMOR...
Vou crescendo
Vão me esquecendo
Cresço sem amor,
Cresce a minha dor.

Se eu pudesse voltar ao passado
Recrescer novamente sem pecado
E não ser mal amado
Porque eu não era abandonado!

A saudade aperta
O coração espeta
Daquela época que não trabalhava
Ou daquela época que não me esculhambavam.

Nessas horas, o coração amolece
Tudo o que vivi adormece
Que no fogo decresce
Que no outro dia renasce.

Eduardo Henrique da Conceição Leite - 8ª C

Nenhum comentário: